domingo, 8 de maio de 2011

Dia das Mães




Hoje o dia amanheceu belo, sem nuvens, com um céu azul e um sol perfeito. Presente de Deus para nós mães? Pode ser... mas mesmo que houvesse chuva, o passeio poderia até ser prejudicado, a alegria de estar junto da minha filha não.

Saudades sim, muitas, minha mãe era uma pessoa magnífica que deixou apenas boas lembranças... tristeza não, pois sei que daonde ela está com certeza ficou feliz de nos ver juntas aproveitando a vida e fortalecendo nossos laços de amor...

Todas as mães são especiais.
Todas as mulheres nasceram com a pretensão de desempenhar este papel, mesmo que não tenham filhos. Um dia, quando casar, poderá transformar-se na mãe do marido. Porque homens são tão limitados, não conseguem viver sozinhos. A maioria de nós acaba adotando o marido como filho.
A mulher nasceu para ser o alicerce da família.

Nós temos o poder de transformar o ambiente.

Respeito a diversidade, sei que algumas mulheres não aceitam este papel.

O papo hoje é para as mães que assim como eu, sentem-se plenas, realizadas, infinitamente felizes.

Mãe é tudo na vida da gente.

Mãe ajuda, incentiva, cuida, se preocupa, sofre junto, chora junto, ri junto, faz rir, alimenta, quebra um galho, põe no colo, compreende, espera, acolhe, aconselha, briga, xinga quando precisa, educa... mãe é tudo...

Nada mais triste do que uma mãe perder seu filho... porque o filho perder uma mãe é da sequencia natural da vida... os que vivem sem suas mães precisam acostumar-se a buscar nas lembranças o conselho certo para a decisão final.

Mãe é mãe.

Tenho doces lembranças da minha infância graças a influência e a presença dela. Sou o que sou porque fui abençoada com sua presença... minha MÃE era a MÃE que eu idealizo ser.

Fico feliz de saber que tenho minha filha. Porque ser mãe é algo inexplicável.

Amo você filha. Amo você mãe...

Nenhum comentário: