sábado, 24 de julho de 2010

Assim que é...

Quis Deus que muitos dos ensinamentos dos meus pais fossem compreendidos por mim só agora, quando eles não estão aqui...

Também creio que a doença que tive surgiu para eu dizer para eles que era só por t~e-los que sabia que iria superar... mostrei o quanto eram essenciais... quando também fui estimulada por ambos a conhecer minha mãe biológica, por quem sou e sempre fui grata, mesmo antes de conhecê-la, quis Deus que eu passasse por isso para reforçar aos meus pais a importância deles em minha vida... e para dona Maria conhecer a filha que apenas pariu... e talvez entender que agiu certo.

Tinha que ser assim...

Sou uma pessoa iluminada, desde que coloquei a car no mundo...

E agora quer Deus que eu me aproxime das minhas irmãs biológicas... porque só Deus sabe o quanto eu gostaria de ter mais próximo de mim meus familiares...

O tempo segue o seu caminho... nada é por acaso. Precisamos estar prontos.

Um dia abandonarei meus erros... porque busco a perfeição... dentro do que acredito...

Autoestima ou auto-estima

Sou tão velha que a regra gramatical mudou e agora preciso reaprender...gosto do português correto, mas deixei de pegar no pé das pessoas que não conseguem escrever uma frase sem erros...

Este texto é para dizer que você deve se amar...porque só se amando os outros irão gostar de você... só assim passará uma impressão positiva.
Eu tento sempre ser bacana.
Odeio quando me igualo as pessoas que estão de mal com a vida...quando troco a sensação de paz pelo tormento...

Eu cresci com meus pais me dando injeções de amor e autoestima, mas eu não cedia, não acreditava... porque o mundo me dizia ao contrário... o espelho refletia o que eu não queria ver... sempre tão exigente...

Não me sentia bonita, não me sentia amada o suficiente... sempre fui insegura, estou me moldando, já superei várias fases, várias problemas...
Quando você é uma adolescente, naturalmente tem suas dúvidas, seus conceitos idiotas, suas inseguranças... mas quando você tem uma característica física que faz com que seja o centro das atenções as coisas complicam...
Difícil quando ainda estamos formando nossa personalidade conseguir superar... se você chama a atenção pelas suas qualidades precisa saber controlar seu ego... se debocham de você é pior, porque precisa entender que o seu valor vai além de ser muito magra, muito gorda, muito alta, muita baixa... as ofensas podem fazer você odiar-se...
Eu me odiei... sofri muito... tentei muitas vezes chegar perto da linha da morte, para sumir... não enxergava tudo de bom que tinha...

Só depois de muitos anos passados... tendo o amor presente dos meus pais... porque pensar besteiras todo mundo pensa uma hora, até por imaturidade... tomar a atitude e pensar que sumindo daqui resolve, não está certo... porque viemos porque algo superior quis, não somos nós que decidimos quando parar... e todos nós podemos alcançar nossos objetivos, estamos aqui para vencer, devemos aceitar os desafios, ter fé... confiar e nunca prejudicar ninguém...

Mesmo que você não ouça elogios, elogie-se você... olhe-se no espelho, melhore o que acha que realmente precisa, se não, pense que corpo perfeito não é nada se não temos um bom caráter.
Amar-se é analisar-se e gostar... reconhecer-se como um ser humano em evolução diária...

Ame-se! Você é único e mesmo quando tudo parece confuso, logo melhora... basta buscar...

Reflexões de uma mente quase insana... ou quase brilhante? Você decide.

Não sei se todo mundo é assim, imagino que muitos não...
Será que você sabe refletir? E se sabe, será que não reflete demais que chega até confundir suas idéias?
E será que o que você pensa é o certo?

...e dentro do que você pensa que é certo, será que realmente é?

...você consegue pensar em você e sentir quando algo dentro de si vem de algum trauma... de algum transtorno? Você saberia me dizer quais são seus pontos fracos? Quais são as atitudes que toma que fazem parte da sua personalidade mas que você precisa lutar contra?

... reconhece-se quando arrogante e prepotente?

...enxerga todos seus defeitos?

...percebe suas falhas?

...consegue dominar sua mente, sendo o seu melhor conselheiro? Mesmo quando solicita alguma opinião?

Quer que eu diga? Um dos meus grandes defeitos e contra o qual luto, sei que está o julgamento de terceiros, então, dentro desta visão, vejo um bando de gente sem noção...
Gente que insiste em errar, errar, errar...
Pessoas que não conseguem perceber que antes de pensar em julgar devem para e olhar para dentro de si... e ver que nada somos... que somos todos iguais, apenas temos enredos diferentes...

A visão que temos do mundo nos diferencia... o que vivemos... as experiências ruins e boas...

Posso dizer que vivi um pouco de tudo. Também me julgo um ser que busca a evolução e que luta pra lutar contra muitos demônios que aqui dentro vivem...
Já mudei muito, graças à Deus, que me guia e me ampara... que me mostra os caminhos, mesmo dificeis, contraditórios...

Tem coisas que sao difíceis de entender...alguns sentimentos são quase impossíveis de remover... mas eu luto, acredito e busco...
Sei quem eu sou... tenho orgulho da mulher que me torno a cada dia...

Reclamo? Muito...


Tenho arrependimentos?

Vários... a maioria ligado à minha família... se o tempo voltasse, não teria jamais ido contra meus pais, brigado, discutido, ofendido... ai, este maldito gênio... esta coisa que vem e faz eu agir assim...

Não sou ruim... conheço gente ruim, conheço gente que até se acha no direito de tirar vidas... gente que hoje está bem longe de mim... não sou ruim, sou geniosa, ciumenta, perfeccionista, gosto das coisas certas... acredito que tudo de ruim que você faça volta um dia...

Eu amo o ser humano... mudo de opinião rápido quando me aproximo de alguém que a principio não me passou uma boa impressão...mas tem gente que nem forçando... às vezes a gente tenta, muda de opinião... e cai do cavalo.
Porque no mundo tem gente que parece ser uma coisa e não é.
Isso vale pro bem e pro mal...

Eu tendia a confiar nas pessoas... quando era mais nova... hoje desconfio... até que uma hora acabo confiando... mas mesmo assim, às vezes ainda acredito...
Porque tem gente que gosta de mentir... e é difícil saber...

Só que eu sempre penso que quando alguém nos prejudica logo se ferra... ou um dia... pode não ser aqui...

Porque estamos aqui apenas de passagem...

Dos meus defeitos eu sei que sou um pouco arrogante, não sempre, às vezes me pego, odeio...
Sei que sou um pouco esquisita, não gosto de todo mundo... e desgosto das pessoas, quando estas não correspondem minhas expectativas... é tão difícil lidar com meus defeitos, imagine com o dos outros...

... mas quando conheço um pouco da história da pessoa... eu tento... tento me colocar no lugar dela... este é o exercício que mais faço... por isso me decepciono, porque espero que as pessoas tenham determinadas atitudes baseadas no que eu faria... isso é um erro... somos iguais na forma... diferentes no conteúdo...

Estou aprendendo... aos trancos e barrancos...

Hoje, minha preocupação é evoluir, me entender, não cometer tantos erros... não julgar, não rebater ofensas, não me magoar quando me sinto preterida...

Fui criada sendo a principal pessoa da vida dos meus pais... e foi sempre assim...

Hoje... com quase 40 anos... me sinto no topo da pirâmide familiar... também sinto-me importante pra minha família... mas sinto falta dos meus pais...do amor deles sempre tão presente...

O maior medo que me acompanhou: perdê-los!
Já disse em outros textos que pedia à Deus pra me levar antes deles, porque achava que não iria aguentar... tão egoísta que não conseguia enxergar o sofrimento na vida da minha mãe que já havia perdido um filho...só entendi quando a jéssica nasceu...

A Jéssica... minha única filha, até hoje... sinto um orgulho dela... GIGANTE... sei que a pessoa já nasce predestinada a ser feliz, a ter boa conduta... porque fui péssimo exemplo...
Fui tudo o que ela nunca aprovava...

Fiz quase tudo que não esperamos de uma mãe...

Talvez um dia ela entenda que a tive muito cedo...

Hoje tento ser a mãe que minha mãe era... tento supri-la de todas as formas... queria ela sempre morando comigo... mas acho massa ela ter como objetivo ter sua casa em breve... eu sempre quis morar com meus pais... fui obrigada a sair de perto...
Algo que preciso mudar, precisa sair de mim, porque enxergo que as situações a minha volta dependem de mim para mudar... e quero... ser mais carinhosa, sabe, abraçar mais minha filha, beijar mais meu marido... preciso deste contato... não quero ficar pensando que eles também poderiam ser assim... afinal... eu me jugo tão evoluída... e sei que sou capaz de demonstrar um amor enorme...

Porque eu amo minha vida, sei que determinadas situações são consequencia da falta dos meus atos...porque cada um tem um modo de ver o mundo... e o mundo que vejo e quero cada vez mais é de amor e harmonia...

Por isso preciso lutar... e nunca desistir... mesmo quando erro... errar faz parte... talvez um dia eu nunca mais tenha determinadas atitudes... ou quem sabe, precisei ter isso, desta forma, para chegar a uma conclusão...

Por que eu realmente questiono muita coisa...

Por que somos tão diferentes no amor que sentimos uns pelos outros???

Porque alguns de nós matam?

Não gosto de expandir muitos meus pensamentos... porque me pego pensando em alguém que pode estar sofrendo...

Sei de mim...pode ser que as idéias que tenho sobre alguns "por ques" estejam corretas, talvez não passem nem perto...
A chave de tudo, parece estar com meu irmão gêmeo, separado por algum motivo que só Deus para explicar... não tem como fugir de imaginar que tudo poderia ter sido diferente se ele tivesse vindo comigo...é, estes dias um dos meus sobrinhos contou que ele era ruim, do tipo que até esfaqueia outra pessoa, pode ser que se estivesse comigo fosse menos mal, talvez não, talvez trouxesse problemas... a vida quis assim, desta vez os gêmeos separados... embora eu sempre tenha me sentido dois... e me sinto... não sei se sou eu conversando comigo... não sei se é ele...


Este texto está enorme...

Considero-me bêbada... bebi alguns copos... de cerveja... como nunca bebo... então, estou no meus estado ébrio!

sábado, 17 de julho de 2010

Tenho orgulho de mim... é sério!!!

Depois de muitos anos convivendo com a depressão, com angústias e traumas que marcaram meu nascimento, sem ao menos eu entender quem era e para que vim, hoje, no alto dos meus quase 40 anos, posso dizer que quando penso em mim, sinto orgulho do que sou.

Também gosto muito de pensar que meus pais sentiriam a mesma coisa, aliás, eles sempre tiveram orgulho de mim, mesmo diante de todos os meus problemas...

Não sou modesta mesmo, que hipocrisia a pessoa que diz que não consegue se analisar, se enxergar. Talvez falte um pouco de auto-análise.
Sei que eu penso, reflito, pondero muito, mas clarom muitas vezes escolho o caminho errado, tomo a decisão menos acertada para logo em seguida me arrepender.
Mesmo assim, é difícil quem consiga este grau de discernimento.

Durante muito tempo eu não gostava de pensar o que seria de mim sem meus pais.
Passaria fome?
Conseguiria me bancar?
Iria permanecer no mesmo padrão de vida?
Seria capaz de ter um dinheiro sobrando para comprar um remédio para minha filha quando esta precisasse?

Muito medo sentia quando me fazia tais perguntas.
Evitava pensar, não conseguia imaginar minha vida sem meus pais, não só pelo lado afetivo, mas pelo lado financeiro também...

Depois de algumas cabeçadas, de jogar algum dinheiro no lixo, hoje posso dizer que sei bem para que vim e o que quero.
Acabou aquela vida sossegada de vadiagem que eu tinha...

Lembro do tempo em que trabalhava na prefeitura, ficava lá por volta de 4, 5 horas diárias, embora eu cuidasse dos processos, tirasse fotos, cobrisse eventos, fizesse filmagens e produzisse matérias, não eram todos os dias que tinham estas funções para executar.
Muitas vezes chegava, recolhia os jornais locais, estaduais e nacionais e lia as matérias que mais me interessavam, sempre separando as que o prefeito poderia aproveitar também, embora sempre duvidasse disso.
Era uma vida sem perspectiva, já que nunca quis puxar o saco de ninguém pra melhorar meu cargo, afinal, eu já trabalhava o suficiente para enxergarem isso.

Hoje posso dizer que não sinto saudades alguma deste tempo. Nem de ninguém.
Foi válido porque mil vezes trabalhar ali sem ninguém pegando no pé do que em outro lugar.

Agora as coisas são tão diferentes que se eu não anotar meu itinerário ao sair de casa não consigo atender todo mundo.

Acordo cedo, por volta de 8h.
Quando não preciso sair de casa para resolver algo, fico aqui fazendo faxina, colocando ordem na bagunça, cuidando dos meus.
Faço almoço diariamente, com muito prazer porque acho isso quase sagrado, embora tenha dias que eu quisesse dar um tempo da cozinha.

Atendo minhas clientes, atendo minha equipe de vendedores, todos sabem que podem contar comigo para o que der e vier.
Eu adoro o que faço.
Faço com prazer.

Há momentos que olho minha vida e penso que apesar do vazio deixado pelos meus pais sei que sou muito feliz. Sinto isso no meu peito.

Tenho um gênio forte, preciso respirar e contar até 10 para não levar desaforo pra casa, mas uma coisa eu sei, não prejudico ninguém, não devo nada, ando na rua de cabeça erguida, podendo ajudar eu ajudo...

Só que ninguém me tira pra otária.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Quantas Elizas?

O caso que está nas manchetes do país é estarrecedor em todos os seus cruéis detalhes.
Mais uma vez o homem demonstra ser o animal mais impiedoso, cruel e traiçoeiro que existe na face da Terra.

Como entender que um cara consiga achar uma solução tão inimaginável para uma situação que não o agradava.
Novas pistas começam a desvendar o porque de tanta crueldade. Eu perco um pouco o ar ao tentar imaginar que tipo de pessoa é esta.

Os dois tem histórias complicadas de vida, não precisa ser psiquiatra pra enxergar. Só que talvez isto não tenha contribuído em nada.
Fico me perguntando se esta moça entrou na asneira de chantagear um cara como este tal Bruno.

O "ídolo" do Flamengo. Só que quando apareceu o primeiro caso nas manchetes dos jornais, que o machão havia agredido umas prostitutas, aconteceu algo também só para cara de um time horroroso como este Flamengo: o goleiro "ídolo" veio a público pedir desculpas... aos companheiros de time... e as prostitutas???? Bem, indo pela linha de pensamento do machão, já que com a "mulher dele" costumava sair "na mão", porque claro, isso é algo normal entre casais, então dar umas porradinhas numas prostitutas é algo banal. Quem não faz?

Fico de cara, porque num país aonde pessoas que conseguem ganhar dinheiro precisam ralar muito, sendo que tem muitos que ralam, ralam, ralam e não conseguem comprar nada, sobra mês, mas salário... aí tem um cara que era um favelado, um analfabeto, alcança a fama, o sucesso, tem o privilégio de ouvir seu nome em coro gritado pela maior torcida do país (imagine-se...), tem um salário base de 200 mil reais, fora patrocinadores, por causa de uma pensão resolve unir-se a outros animais e cometer uma atrocidade como esta.

COMO???

É muita loucura para mim aceitar. Imaginar uma pessoa apanhando diante do seu bebê.

Porque se estava sendo chantageado, é porque não bastou todo o dinheiro ganho honestamente, pelo jeito este infeliz estava metido com outros esquemas piores.
O "ídolo" do Flamengo.

Lá atrás, quando os primeiros casos aconteceram, como uma empresa séria faria com um ótimo funcionário, a diretoria do time deveria acompanhá-lo com sessões de psiquiatra, não sei se ajudaria muito, mas quem sabe?

Agora, vocês que idolatravam o cara até estes dias, mesmo depois de escândalos e comentários jocosos, digam para seus filhos que ídolos não deveriam existir, porque não podemos confiar em qualquer imagem de pessoa boa que apareça. Podemos gostar, mas não podemos querer ser iguais apenas. Temos que ser sempre melhores...

Infelizmente a mensagem para crianças é "nem todo cara que parece ser legal é realmente legal".

E o bebê?

Meu Deus, renegado totalmente por ele, separado da mãe, passando de mão em mão como se fosse uma sacolinha... o cara se quer pensa em fazer o DNA para saber se o pobrezinho é ou não seu filho. Que coisa heim... torço para que esta avó tenha realmente boas intenções, porque ele leva um carma muito pesado...tenho fé que Deus vai amparar este anjinho...

Nestes casos, como o que houve com a Ana Paula Caron em Curitiba, o João Hélio no RJ, entre tantos que deixaram esta vida sofrendo, fico pensando, qual o propósito destas criatura malévolas na Terra?
Espalhar o mal, disseminar o ódio, espalhar a desesperança, o sofrimento, destruir... será que precisamos mesmo conviver com estas almas tão desgraçadas???
Imaginar que jogaram seu corpo aos cães, que foi desossada, que pode estar sob o concreto, nossa, me dá náusea.

Nada justifica, mesmo fazendo chantagem, sendo uma Maria Chuteira, sei lá, acho que no fundo ela gostava dele porque acreditou e foi encontrá-lo. Mesmo com um mandado de que ele não poderia se aproximar.
Tem mulher que apanha e perdoa.
Era a mãe do possível filho dele.

Eu sei... já fui vítima de homem agressor... graças à Deus me livrei no momento certo antes que as coisas evoluíssem.

É pecado meu Deus? Não consigo me conformar com uma pessoa que tira a vida de outro semelhante seu, por motivo banal. Nem malandro o cara soube ser, só é preso que não tem bom advogado e com a grana que ele tinha poderia pagar.

Queria olhar na cara dele e fazer duas perguntas:

Agora está bom?
Resolveu?

Porque foi de uma insanidade, jogar uma vida bacana no lixo.
Tem gente que nasceu pra sofrer, nem que a felicidade o persiga o bicho vai pelo caminho mais torturoso.

Sem contar a carga espiritual que ele leva nas costas, de tanto agredir, talvez tenha matado outras pessoas, sei lá, sem contar que o espírito dela acho que só terá paz quando for encontrado seu corpo...

Umas das piores histórias que tomei conhecimento nos últimos tempos.

Descanse em paz Eliza Samudio.

Apodreça Bruno. Você acabou.

sábado, 3 de julho de 2010

Não deu...



É, infelizmente, mais uma vez ficamos fora do sonho de conquistarmos mais uma taça.
O jogo ontem foi um dos mais emocionantes em todos os sentidos.
Um primeiro tempo que prometia goleada, Brasil dominando, enchendo-nos de orgulho... até que... apareceu Mick Jagger com seu filho brasileiro... putz...a uruca em pessoa!

Vem o intervalo, os times voltam e o Brasil muda totalmente a forma de jogar, o jogo foi ficando agoniante, a Holanda empata, mesmo assim ainda dava, pensava em ouvir o Galvão dizendo "tem que ser com sofrimento", até que eles nos superam.
Robinho irreconhecível, de atleta tranquilo passa a agir como nunca o vimos.
Nada deu certo. Até que o tal Felipe Mello é expulso. Ali o que estava ruim ficou bem pior...

O jogo foi pra matar cardíaco, confesso que nos ultimos instantes estava quase abandonando meu posto.

Triste sairmos assim, pensar que agora a festa continua mas você não pode entrar, só assistir da janela.
Não culpo o Dunga, porque se trouxesse o Hexa seria louvado. As pessoas que o xingam de burro esquecem-se que ele trouxe mais vitórias do que derrotas.


Não sei também se esta teoria de que estas copas já tem o campeão escolhido de antemão para agradar patrocinadores, se isto não é verdade.
Porque foi muito estranho.

A Holanda jogou bem, mas a queda de rendimento no segundo tempo foi algo que me deixou desconfiada.

Agora, nós que adoramos este espetáculo, temos que adotar uma seleção. Até torci pra Argentina ganhar da Alemanha, mas não teve jeito. O Paraguai também saiu. Restou o Uruguai, que dificilmente chegará a uma final.
O jeito é ficar com a Espanha mesmo.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Divagações sobre a Copa do Mundo 2010

Fico pensando como deve ser chato a pessoa que não liga pra Copa do Mundo ter que se adequar a um país que acredita que se deva parar pra assistir a um jogo.
Confesso que entendo, nossa diversidade cultural nos faz naturalmente diferentes, mas me dá uma pena...

O que é a Copa do Mundo?
Eu vejo como um grande evento, uma confraternização de raças, etnias, culturas.
Só na Copa do Mundo podemos ver o Paraguai ganhar do Japão.
Sem contar a beleza interminável de imagens maravilhosas.
Homens perfeitos correndo, caindo, driblando, infelizmente também sendo desleais e crueis.

Vimos ao vivo a reação do técnico da França ao recusar-se a apertar a mão do Parreira, uma grosseria sem tamanho.
Por outro lado, até entendo sua reação. Não é fácil lidar com críticas, nem pra ele, nem pra mim, nem pra você.

Jogos da Copa mexem com nossas emoções. É bonito ver a nação se unindo, todo o pretexto pra sermos felizes e sonharmos um pouco é válido.
Infeliz daquele que só sabe acreditar no palpável, que não se emociona com nada além de dinheiro entrando na conta...
Não sabe como é bom esquecer do mundo, dos problemas, das dificuldades e de repente se enxergar forte.
Porque é isso que somos no ranking mundial, a potência a ser superada.

Somos top. Nestas horas toda nossa gente sofrida enche o peito de alegria e orgulho.
Ouvir o hino, vibrar com a nossa amarelinha enchendo nossa tela.

É uma idiotice e certamente não mudará sua vida em nada, nem se o time perder, nem se ganhar.
Só que a vida é feita de momentos, não é apenas um acúmulo de coisas materiais que certamente quando for viver na Terra dos Pés Juntos não poderá levar.

Eu gosto de gente, sempre enfatizo isso.
Gosto de ver, mesmo que seja pela televisão, as pessoas aproveitando este momento pra estarem juntas, se conhecendo, brincando.
Adoro ver um time de um país subdesenvolvido despachando adversários de grandes potências.
Dá aquela sensação de "pelo menos isso"... como diria o velho lobo Zagallo, um "vocês vão ter que me engulir"...

É triste ver a decpeção de alguns, mas também nada mais alegre do que ver um arrogante sendo mandado de volta pra casa.

Amanhã teremos jogo do Brasil contra Holanda. Mais um motivo pra corrermos pra casa a partir das dez e meia, fazer aquele almocinho especial (aqui um delicioso fondue de carne), e dá-lhe vuvuzelas, fogos, bandeiras verdes e amarelas... e tensão... eu adoro este climinha... como diria o Skank:

"É TÃO EMOCIONANTE UMA PARTIDA DE FUTEBOL"!

E que tenhamos sorte...

PS: O alemão falou mal de nós da América do Sul, deu aquelas cutucadas, bem, sabe que nunca imaginei isso, mas vou torcer pra Argentina passar porque sonho em derrotá-los numa final... rsrs