sábado, 24 de julho de 2010

Autoestima ou auto-estima

Sou tão velha que a regra gramatical mudou e agora preciso reaprender...gosto do português correto, mas deixei de pegar no pé das pessoas que não conseguem escrever uma frase sem erros...

Este texto é para dizer que você deve se amar...porque só se amando os outros irão gostar de você... só assim passará uma impressão positiva.
Eu tento sempre ser bacana.
Odeio quando me igualo as pessoas que estão de mal com a vida...quando troco a sensação de paz pelo tormento...

Eu cresci com meus pais me dando injeções de amor e autoestima, mas eu não cedia, não acreditava... porque o mundo me dizia ao contrário... o espelho refletia o que eu não queria ver... sempre tão exigente...

Não me sentia bonita, não me sentia amada o suficiente... sempre fui insegura, estou me moldando, já superei várias fases, várias problemas...
Quando você é uma adolescente, naturalmente tem suas dúvidas, seus conceitos idiotas, suas inseguranças... mas quando você tem uma característica física que faz com que seja o centro das atenções as coisas complicam...
Difícil quando ainda estamos formando nossa personalidade conseguir superar... se você chama a atenção pelas suas qualidades precisa saber controlar seu ego... se debocham de você é pior, porque precisa entender que o seu valor vai além de ser muito magra, muito gorda, muito alta, muita baixa... as ofensas podem fazer você odiar-se...
Eu me odiei... sofri muito... tentei muitas vezes chegar perto da linha da morte, para sumir... não enxergava tudo de bom que tinha...

Só depois de muitos anos passados... tendo o amor presente dos meus pais... porque pensar besteiras todo mundo pensa uma hora, até por imaturidade... tomar a atitude e pensar que sumindo daqui resolve, não está certo... porque viemos porque algo superior quis, não somos nós que decidimos quando parar... e todos nós podemos alcançar nossos objetivos, estamos aqui para vencer, devemos aceitar os desafios, ter fé... confiar e nunca prejudicar ninguém...

Mesmo que você não ouça elogios, elogie-se você... olhe-se no espelho, melhore o que acha que realmente precisa, se não, pense que corpo perfeito não é nada se não temos um bom caráter.
Amar-se é analisar-se e gostar... reconhecer-se como um ser humano em evolução diária...

Ame-se! Você é único e mesmo quando tudo parece confuso, logo melhora... basta buscar...